sábado, dezembro 19, 2009

Recaminhos

Percebo, que desde o início, esse blog vem se transformando. Ele nasceu no final de 2005, a partir de uma série de e-mails que eu trocava com a minha amiga Ana Clara, e nos quais enviávamos poemas que gostávamos, e que gostaríamos de apresentar à outra. A idéia de dividir e apresentar poemas se estendeu, e iniciamos esse blog. Eu primeiro, e algumas semanas depois, a Clara se juntou a mim. Durante muito tempo, o blog se constituiu dessa maneira: como um espaço para postarmos poesia. Da poesia, ampliamos para música (que não deixa de ser poesia).

No dia 26 de janeiro de 2006, eu criei coragem, e pela primeira vez publiquei um poema escrito por mim. Fiz isso outras duas vezes. Infelizmente a Clara nunca postou nenhum poema escrito por ela, e eu devo dizer, ela tem muitas coisas boas escritas!

Conforme o tempo foi passando, eu e Clara fomos deixando o blog de lado. Às vezes, era eu quem me afastava, mas ela estava presente. Em outros momentos, quem se afastava era ela, mas eu continuava por aqui. Até que em 2007 o blog ficou quase esquecido, e em 2008, só passei para dizer que nossas prioridades haviam mudado, e que esperava retomar o blog em algum momento.

A vontade de só postar poesia foi mudando (quem sabe até por isso, o blog tenha ficado de lado), e em março de 2007, pela primeira vez, ao postar um trecho do filme Persona (do Ingmar Bergman), eu postei algo que não era poesia. Talvez com isso, tenha aberto um espaço para que esse blog pudesse encontrar um novo caminho! No tempo que se passou desde então, postei alguns trechos de livros. Depois, algumas fotografias minhas, com alguns pensamentos. Essa semana, além do trecho do livro, escrevi alguns comentários. Arrisquei até um post inteirinho, no qual eu não dava notícias sobre o blog, e tampouco postava poesia, trecho de livro ou filme. Ao invés disso, ao falar sobre livros e sebos, contei um pouquinho sobre mim, e minha paixão pelos livros (mesmo que não tenha sido assim, tão escancarado!)

E agora, qual é a minha proposta? Devo dizer que ainda não está fechada, e que há espaço para mudanças. Mas o principal, acho, é arriscar um pouquinho mais. Não apenas dividir um poema, um trecho de um livro ou filme, mas também falar um pouco mais a respeito. Não me esconder tanto, e quem sabe assim, abrir uma outra possibilidade de diálogo, com quem ainda vem aqui, e também, com as novas visitas!

Um comentário:

Marina disse...

é isso ai Julia! continue postando (e arriscando) que nós continuaremos lendo e provavelmente gostando, parabéns pelo blog e um ótimo ano!
obs: as fotos foram uma ótima idéia que combinou muito com o blog