quinta-feira, janeiro 26, 2006

Cantiga para não morrer - Ferreira Gullar

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve.

Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.

Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.

E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.

9 comentários:

Anônimo disse...

teste

Ciça disse...

Clarinha :
Adorei, como é suave e profundo !!
Muito lindo
bjs
Ciça

Hellen disse...

lindo e doce...
vou levar em meus pensamentos...
E desejar vc em mim...

Sr. José disse...

Como eh triste. Gullar o escreveu para uma namorada russa que teve. Hoje, a mulher que eu julgava ser a pessoa da minha vida, foi-se embora pra Italia, sem previsao de volta. Pior: sem que eu tenha em seu coracao o lugar que gostaria de ter. Acredite, o poema me dilacera.

Sabrina disse...

lindo lindo mesmo eu me apresentei na escola recitando essa poesia e foi um dos momentos mais lindos da noite esse foi escrito muito bem né eu pelo menos amo esse!!!!!!!!!!

Esther disse...

Tive o privilégio de ver e ouvir Ferreira Gullar em pessoa recitar este poema ontem, 26/04/2010. Acreditem: ele ficou mais lindo ainda! E é realmente verídico o fato de ele o ter redigido à uma russa. Foi quando ele estava exilado.. Com a voz e a entonação que ele usa, o poema chega a nos causar a vontade de fazer com que essa tal russa o leve com ela. LINDO!

Juliana disse...

Liiinnndo demais!!!! Imagina ouvir o Ferreira Gullar em pessoa recitar este poema? Eu tive este privilégio.Ferreira Gullar esteve presente na "Semana de literatura em foco" que ocorreu na faculdade em que estudo. Gente, foi um máximo!!!!!

Anônimo disse...

E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.

Moça de sonho e de neve,
me leve no esquecimento,
me leve.

Natália Nay¹¹ disse...

Hoje tive a chance de ver e ouvir pessoalmente Ferreira Gullar declamar "Cantiga para não morrer". Ele fala tão bem dessa russa! Paixão mais bonita que essa só a que ele teve pela Clarice...
Amei.