quinta-feira, abril 19, 2007

Não sei - Cora Coralina

Não sei ... se a vida é curta
ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita.

Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
não seja curta,
nem longa demais
Mas que seja intensa
Verdadeira, pura ...
Enquanto durar.

7 comentários:

Ana Clara Iacomo disse...

Muito lindo! Um bom recomeço para os nossos posts, hein?

Beijos enormes!

Anônimo disse...

não gostei esse poema é uma desgraça na minha vida não gostei filha da puta quem escreveu isso filha da puta...

gostaram do meu poema rsrsrsrs não gostei

Anônimo disse...

Nossa pelo visto educacção vc não recebe em casa em? Eu não discuto com vc pq não me rebaixo em niveis inferiores ao meu..mais fique sabendo q poemas não tenque ter sentido,tenque simplesmente ser vivido,e com as palavras do poema é q demonstram isso,e se não gostou então fique calado, q vc concerteza é mais bonito (a) de boca fechada!!!

marcia disse...

concordo com vc anonimo , esse infeliz com certeza não sabe o que é um poema.
um abraço
Marcia

Paolla Damazo disse...

A pedra bruta não consegue compreender a sutileza e profundidade que existe em muitos corações, poetas ou não.

quando vencerem esta brutalidade, com certeza poderão usufruir do privilégio de serem gente!

Amo poesia disse...

Poema maravilhoso!!!

Amo poesia disse...

Poema maravilhoso!!!